ProNautica Lanchas & Jet Ski
 
veja na ProNáutica

 

Chave corta-corrente

Motor de arranque

Cabo de Tow-in

Biela Hot Rods
Biela kit Pro-X


Roupa de neoprene
Jet Pilot



Luvas jet pilot



ProNáutica -
para peças e acessórios
consulte :
Tel.: (0xx48) 3232-9173
3235-2222 /
Fax: 3232-1963

ProNáutica    >   Entrevistas, reportagens & depoimentos
 Competições: e-News - cadastre-se | Perfil dos Pilotos | Entrevistas | Todas as notícias


>
André Martins - entrevista

21/09/2007

André Carvalho foi um dos freeriders partcipantes do 9° Jet Waves World Championship, que aconteceu na Praia Brava, na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, entre os dias 7 e 9 de setembro de 2007. Confira como foi a sua participação!



O piloto de free ride, André Martins, 31 anos, mesmo não se achando o mais jovem entre os presentes, estava animado com o campeonato. Ele foi um dos pilotos que competiram no 9° Jet Waves World Championship, que aconteceu na Praia Brava, na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, entre os dias 7 e 9 de setembro de 2007.

O Jet Waves é a 4° etapa do campeonato mundial de free ride, que já percorreu Portugal, Espanha e França, sendo que André, além da brasileira, participou da etapa francesa. O esporte, que começou como uma brincadeira, agora é uma motivação para a vida, que vive intensamente.

Ele foi o único que trouxe motorhome, uma filosofia européia, e não tem o que reclamar da organização do campeonato, que considera excelente. Ficar com o motorhome o deixa feliz porque fica perto da competição e sente todo calor presente, fica mais motivado e tem maior concentração.

André, também conhecido como Nego Dé, mora em Tubarão, mas tem sua segunda casa em Floripólis, também em Santa Catarina, onde costuma treinar. Na primeira prova de free ride que participou foi muito amador, mas agora conta com o Bydate, não financeiramente porque ainda está correndo atrás de patrocínio, mas como apoio.

A maior ajuda deu-se porque André foi colocado com profissionais e pode dizer que tem condições de disputar com eles graças a preparação do Bydate. "Hoje eu sou profissional, agora faz três anos que eu voltei a participar e não paro mais, só com a bengala", acrescenta. Deu certo, pois na contagem de pontos, ficou em 9° lugar na competição.

Um freerider, segundo ele, precisa fazer a leitura das ondas. É um diferencial você saber enxergar as ondas, vê-las chegar, escolher onde estão quebrando. Sem esquecer de ter uma boa visão de convivência com os surfistas. Um freerider é completo quando ele tem essa leitura.

Equipe INEMA

Fonte: André Martins
Cidade: Itajaí-SC
Fotos: Nei Eugenio Maldaner
Publicado: Taína Lauck

clique para ver a lista de todas as entrevistas

topo

Home | ProNáutica | Jet Waves | IFWA | Notícias | PWC News língua inglesa - english Exportation Parts | Filmes | Galeria de Fotos | Colunas do Tchello

Jets à Venda | Classificados Náuticos | Acessórios | Coletes | Tapetes | Peças | Peças usadas | Jet Pilot | Tow-in | Serviços | Contato